domingo, 31 de outubro de 2010

O sorriso de Piñera

Além de economista, político e empresário, o presidente do Chile, Sebastián Piñera tem se mostrado um ótimo marqueteiro. Desde que equipes de resgate descobriram que os 33 mineiros que ficaram mais de dois meses presos em uma mina no norte do país estavam vivos, o presidente soube tirar proveito da situação. Mesmo após o resgate, o sempre sorridente líder direitista continua colhendo os frutos da fama mundial e possíveis dividendos políticos a níveis internacionais.

O desabamento na mina San José, que deixou os trabalhadores presos, aconteceu por imprudência. O local estava irregular, não obedecia à boa parte das regras de segurança para empresas mineradoras e o Governo nada fez. Mesmo assim, o presidente conseguiu reverter a situação e, ao invés de ser considerado culpado pelo acidente, saiu como o grande herói da situação.

Agora, passadas semanas do show que foi o resgate, Piñera continua distribuindo pedrinhas da mina San José como lembranças da eficiência chilena. Recentemente, em homenagem prestada aos trabalhadores, além de uma medalha, presenteou cada um com uma pequena réplica da cápsula usada no resgate.

Vale lembrar que Sebastián Piñera não é qualquer um e tem conhecimento de como reverter situações. Empresário, é dono do canal de televisão Chilevisión, sócio da empresa aérea Lan e da sociedade chamada Blanco Y Negro, que controla o Colo-Colo, um dos principais times de futebol do país. Ou seja, o sorridente político, além de ser um dos homens mais ricos do Chile, tem estrada nos negócios.

Resta saber se esse fato importante, midiaticamente falando, será lembrado quando o presidente tentar a reeleição, já que ele assumiu o Governo em março deste ano e tem mandato até o longínquo março de 2014.