domingo, 7 de novembro de 2010

Marina é pop

Na semana que passou, a Federação dos Partidos Verdes das Américas (FPVA) se reuniu em Bogotá, na Colômbia, para discutir o crescimento das siglas em todos os países do continente. Marina Silva foi o assunto mais comentado. Com os 20 milhões de votos que fez no primeiro turno das eleições presidenciais brasileiras, Marina se tornou a candidata “verde” mais votada da história.

A brasileira superou o correligionário Antanas Mockus, que obteve 28% dos votos no segundo turno das eleições da Colômbia e perdeu para o atual presidente, Juan Manuel Santos. Porém, esse desempenho transformou o PV colombiano na segunda sigla mais importante do país, um feito que o partido brasileiro está longe de alcançar.

A FPVA reúne agora 12 países, com o ingresso da Colômbia. No evento em Bogotá, o copresidente da entidade, o brasileiro Marco Antonio Mróz, ainda lembrou que o movimento dos “verdes” cresce em outras partes do mundo, como na Austrália, que é o berço da sigla. Hoje, os partidos verdes estão presentes em 120 países.

Marina Silva já era reconhecida internacionalmente antes das eleições, devido ao trabalho à frente do Ministério do Meio Ambiente do Governo Lula e à ligação com Chico Mendes. Depois do grande desempenho nas urnas, Marina se fortalece internacionalmente e pode almejar saltos maiores.