segunda-feira, 11 de abril de 2011

Kadafi some até dos “suvenires” na Líbia

Em Benghazi, a cidade da Líbia que é considerada a capital dos rebeldes, vendedores ambulantes estão faturando com a venda de lembrancinhas do conflito. São camisetas, xícaras, botons, relógios e bandeiras.

Os artigos têm as cores da bandeira da Líbia e, ao invés do rosto do ditador Muammar Kadafi, estampam um herói da resistência líbia contra os italianos em 1911: Omar Al-Mukhtar.

Um dos vendedores chegou a fazer reproduções do dinheiro do país e trocar a cara de Kadafi pela do herói revolucionário. Ele disse que o povo não quer mais Kadafi nem no dinheiro, nem nas ruas.

Mukhtar foi capturado e morto pelos italianos em 1931. Na foto abaixo, aparecem o primeiro-ministro Sílvio Berlusconi e o ditador Muammar Kadafi. Atenção para a foto que o líbio ostenta no peito: mostra a prisão de Mukhtar pelos adversários: