domingo, 17 de abril de 2011

Raúl, o Castro do século XXI

Neste final de semana o Partido Comunista de Cuba se reuniu após mais de uma década. Desse encontro, parecem sair decisões importantes. A mais impactante delas é a proposta do atual governante do país de limitar o poder nos cargos públicos a dois períodos de 5 anos cada.

"Chegamos à conclusão de que é recomendado limitar ao máximo de dois períodos consecutivos de cinco anos o desempenho de cargos políticos e estatais fundamentais, isso é possível e necessário nas atuais circunstâncias". (Raúl Castro)

No discurso, Raúl também fez muitas autocríticas sobre o governo de Cuba nos últimos 52 anos.

Raúl Castro, irmão de Fidel, parece ser o revolucionário do século XXI. Vendo que o sonho comunista na ilha não foi um sucesso total, busca agora novas formas de melhorar o país. E consciente. Ele parece ser mais avançado que o irmão e isso, por si só, é motivo de comemoração.