sábado, 25 de junho de 2011

Cristina vai!


Um dos grandes mistérios que envolvia as eleições deste ano na Argentina não existe mais: Cristina Kirchner seria capaz de seguir com as próprias pernas em uma carreira política posta em xeque depois da morte do marido dela Néstor Kirchner, no ano passado? Sim. Na semana que passou, em rede nacional de rádio e televisão, CFK anunciou que não vai fugir da raia e vai concorrer à reeleição em outubro deste ano.

O pronunciamento em rede nacional foi convocado sob o pretexto de anunciar um programa sobre televisões. Cristina entrou no ar 20 minutos atrasada e, antes de dar boa noite, foi interrompida por aplausos de uma plateia que parecia já saber o que seria dito ali. CFK começou lembrando que a primeira transmissão de televisão na Argentina foi um discurso de Eva Peron, anunciou os planos do programa de "TV para todos" e, ao final, no maior estido "ah, lembrei", anunciou que vai seguir a vontade popular e concorrer.

Realmente, a vontade popular diz isso. Em todas as pesquisas feitas até agora, Cristina aparece como favorita. Ganha, principalmente, na Grande Buenos Aires.

Apesar da estranheza que causou o anúncio político em um rede nacional, geralmente usada para falar coisas do Governo (no Brasil, isso seria considerado inaceitável!), Cristina Kirchner mostrou força e serenidade. Provavelmente, se nada estranho acontecer durante a campanha, tem grandes chances de ser reeleita ainda em primeiro turno. Apesar da Argentina ser como o Rio Grande do Sul nesses casos, ou seja, sempre pode acontecer uma surpresa.