terça-feira, 14 de junho de 2011

Humala e Lula

Ollanta Humala, após derrotar Keiko Fujimori no segundo turno das eleições no Peru e sagrar-se presidente daquele país, iniciou uma excursão pela América do Sul. Não por acaso, o Brasil foi o primeiro destino. Em Brasília, Humala visitou a presidenta Dilma, como de praxe. Quando um presidente visita outro país, é natural que se encontre com o líder maior da nação.

No entanto, Humala teve duas paradas no Brasil. Depois de trocar figurinhas com Dilma, pegou um avião para São Paulo. O motivo? Encontrar o ex-presidente Lula.

Nas eleições anteriores no Peru, Humala havia perdido para o atual presidente Alan García. Na ocasião, ele contou com o apoio voluntário de Hugo Chávez. Para esta campanha, no entanto, Humala dispensou a proximidade com o venezuelano e se aproximou do PT e de Lula, com quem pegou dicas. Dizem por aí, inclusive, que marqueteiros do PT estiveram em Lima para ajudar na preparação da campanha do nacionalista.

Depois de visitar Dilma e Lula, Humala seguiu para encontros com Fernando Lugo, Cristina Kirchner, Sebastián Piñera e José Mujica. Pelo menos parece ser um presidente próximo e disposto a conversar.