segunda-feira, 4 de julho de 2011

A volta de Chávez

Depois de semanas em Havana tratando um câncer, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, voltou nesta segunda-feira, de madrugada, para Caracas. Chegou sorridente, animado, caminhando e foi recebido por autoridades e familiares. Depois de abraços saudosos, deu entrevista para a TV venezuelana.

Como é de costume, Chávez começa a falar e não para mais. Viajou ao passado, contou histórias e até cantou. Ao final, disse que a volta ao país é o “início do retorno”, seja lá o que isso queira dizer.

A doença do “comandante”, como é chamado pelos simpatizantes no país, foi mistério por muito tempo. Autoridades tentaram contornar a seriedade da enfermidade chegando até a dizer que se tratava de um furúnculo. Não era. Era um tumor e Chávez precisará tratá-lo com atenção, pois, como sabemos, trata-se de uma doença perigosa.

Na Venezuela, Chávez anunciou que vai diminuir o ritmo. Participará de menos atos oficiais, apesar de continuar governando o país. Ainda há poucas informações sobre o real estado de saúde do presidente. O fato é que ele tenta parecer bem em todos os momentos. Não se sabe se, realmente, se esta é a verdade.

Hugo Chávez é o presidente da Venezuela desde 2 de fevereiro de 1999. Nesses 12 anos, o câncer foi o golpe mais duro que ele já sofreu.