terça-feira, 6 de setembro de 2011

Pelos direitos humanos

O presidente do Uruguai, Jose Mujica, encontrou na semana que passou o cantor porto-riquenho Ricky Martin. Os dois conversaram longe das câmeras e microfones dos repórteres em Montevidéu, onde o cantor se apresentou com sua turnê logo depois de passar pelo Brasil.

Tamanha foi a minha surpresa ao receber essa notícia do colega da Agência EFE na capital uruguaia. Duas figuras totalmente distintas se reunindo para falar sobre os direitos humanos. Depois, Ricky Martin explicou que essa é uma bandeira que carrega há 10 anos e que, se tem a oportunidade de falar com pessoas influentes (como presidentes, por exemplo) sobre este assunto, sempre aproveita.

Basta puxar um pouco pela memória para ver que artistas geralmente são figuras usadas por quem quer promover um causa nobre. Os holofotes estão sempre neles e, assim, nas causas que defendem. Na mesma semana, por exemplo, Shakira anunciou a inauguração de mais uma sede de sua ONG.

Esperar que a conversa de Ricky Martin com Jose Mujica acabe se transformando em fatos e ações é demais. Mesmo assim, é importante saber que esse povo aproveita oportunidades como essa para dar uma cutucada em quem manda de verdade.