terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Jornalista venezuelano diz que Chávéz esteve em coma


O jornalista venezuelano de oposição Nelson Bocaranda afirmou em seu blog que o estado de saúde do presidente Hugo Chávez se complicou após a cirurgia para retira de novos tumores. Segundo ele, o mandatário teve “entradas e saídas de coma, problemas respiratórios e dores permanentes no local afetado pela doença”.

A informação de Bocaranda é de que, diferente do que afirmou o genro e ministro Jorge Arreaza (ver postagem abaixo) no último comunicado sobre a saúde do presidente, divulgado no sábado, Chávez só tem contato visual com seus filhos e não está em condições de falar, embora não esteja entubado. De acordo com Bocaranda, são falsas as afirmações Arreaza de que falou com Chávez e de que Fidel Castro tem visitado o hospital todos os dias. “As visitas estão proibidas na Unidade de Cuidados Intensivos do CIMEQ. Só seus familiares mais próximos entram no quarto, mas não para falar, e sim para ver Chávez e para que ele os veja”, escreveu.

O jornalista diz que Chávez está muito debilitado e critica as “mentiras” do genro-ministro. No entanto, ressalta: “Se Arreaza teve suas mentiras piadosas para os seguidores do processo, em meio à eleição, a exagerada mentira da ex-candidata ao governo de Amazonas, Nicia Maldonado, ganho o prêmio. Ela afirmou ontem que havia visto uma foto do presidente parado e se recuperando”. Da mesma forma, o vice-presidente Nicolás Maduro disse que havia entrado em comunicação direta com Chávez, o que, se as informações de Bocaranda conferem, também é mentira.

Não sei quais são as fontes do jornalista Nelson Bocaranda, mas não é preciso ser psicólogo, nem analista político, nem especialista em nada para perceber que os informes sobre a saúde de Chávez são carregados de inverdades ditas para acalmar a população. Veja as postagens anteriores desse blog mesmo.