sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Peru e Chile se enfrentam por fronteira marítima

Esta semana, um assunto dominou os jornais do Chile e do Peru: o início do julgamento pelo Tribunal Internacional de Haia sobre a fronteira marítima entre os dois países. Para entender o enfrentamento, este gráfico que reproduzo abaixo é um dos mais explicativos.
Atualmente, a fronteira marítima entre o Chile e o Peru segue o paralelo 18º21’03”, mas o Peru quer que siga a linha da fronteira terrestre para ganhar cerca de 38 mil km². A questão remonta à guerra do Pacífico de 1879-83, quando o Chile anexou a saída para o mar da Bolívia e uma parte territorial do Peru.

A alegação do Peru, se aceita, pode levar o Chile a perder cerca de 40 mil m² de território terrestre além de uma área marítima de 38 mil km². O governo do Chile, entretanto, diz que os tratados firmados nos anos de 1950 definem o paralelo Milestone número 1 como referência.  Para o Chile, a fronteira marítima foi marcada por atos de 1968 e 1969.

Esta semana, os defensores dos dois países apresentaram seus argumentos em Haia. A decisão pode levar até quatro meses para sair.