quarta-feira, 8 de maio de 2013

Venezuela: Capriles venceria Maduro em nova eleição

Em 14 de abril, Maduro teve 50% dos votos e Capriles 49%

Uma pesquisa divulgada pelo jornal El Universal nesta quarta-feira revela que se a eleição presidencial for repetida na Venezuela, como quer a oposição, o governador de Miranda, Henrique Capriles, venceria o atual presidente Nicolás Maduro por 5 pontos de vantagem. Em 14 de abril, o chavista venceu o líder opositor por menos de 300 mil votos de vantagem.

O levantamento do Instituto Venezuelano de Análise de Dados, feito com 1.200 eleitores entre os dias 28 de abril e 5 de maio, aponta que 45,8% (cerca de 5% menos que a votação do opositor em 14 de abril) declararam voto em Capriles se uma nova eleição for convocada.

Maduro ainda conta com o apoio de 40,8% dos eleitores, 10 pontos a menos que os 50,6% conquistados pelo ex-motorista de ônibus no pleito de 14 de abril. Em outubro de 2012, Hugo Chávez venceu Capriles com 55% dos votos. Assim, segundo a pesquisa, o chavismo teria perdido cerca de 15% de seus eleitores desde o sumiço e posterior morte do líder da revolução bolivariana.

A partir dos dados, é possível perceber que a votação de ambos cairia, o que pode significar que, como o voto é facultativo, o circo armado por ambos os lados em torno da eleição pós-Chávez desmotivou muitos eleitores a participar da eleição. O pleito de 14 de abril registrou leve queda de participação em comparação com o de 7 de outubro.

Os levantamentos do Instituto Venezuelano de Análise de Dados são reconhecidos tanto pelo governo quanto pela oposição. Não se trata de uma empresa ligada intimamente a um dos lados.