segunda-feira, 3 de novembro de 2014

O licor e o presidente tcheco

A linguagem de boteco do presidente Milos Zeman durante seu programa na emissora pública Radiozurnal está causando furor na República Tcheca. Famoso por protagonizar aparições públicas embaraçosas (veja o vídeo), o presidente tcheco é fã confesso do licor Becherovka.

Em uma overdose de sinceridade, Zeman criticou o próprio governo pela nova lei de administração pública, afirmando: “o governo fodeu a democracia”.

Comentado sobre presos políticos na Rússia, o presidente disse que Mijail Jodorkovski é um “aproveitador” e emendou: “lamento que o regime de Putin não prendeu mais oligarcas”.

O presidente tcheco ainda traduziu a primeira palavra do nome da banda russa Pussy Riot, usou a palavra diversas vezes na sua forma mais vulgar e chamou as três integrantes do grupo, que foram presas na Rússia, de “putas”.

A imprensa tcheca disse que o presidente perdeu o controle, enquanto alguns comentaristas arriscam dizer que ele estava bêbado. Não entendo nada que ele fala (só "pussy") e mesmo assim já é engraçado. Ouça o áudio aqui e veja o vídeo abaixo, de outro fogo.